EDUCAR É ENSINAR A VIVER


Em uma época em que poucas pessoas estão interessadas com a importância dos mestres na construção de uma sociedade mais justa e fraterna, quero deixar aqui minha preocupação com estes profissionais. É de suma importância que quando se fale em educação ou em melhorias para o setor, não se esqueça de  discutir as condições de trabalho, social e financeira dos educadores. Não há passado, presente ou futuro sem a interferência, em algum momento, deste profissional na vida de crianças e adultos. Reconhece-se a qualidade de uma sociedade pela educação da sua comunidade.

Infelizmente, vivemos em uma época de inversão de valores, falta de ética e de compromisso com a qualidade. Isso pode piorar se não começarmos a valorizar o papel dos educadores como fator catalizador do progresso e completo desenvolvimento dos seres humanos. Eles têm papel fundamental na formação do ser-humano juntamente com os pais.

Bahá'u'lláh, fundador da fé Bahá'í, é autor da brilhante declaração: "considerai o homem como uma mina rica em joias de inestimável valor. A educação, somente ela, pode fazê-la revelar seus tesouros e habilitar a humanidade a tirar dela algum benefício". Por isso é tão importante investir, cada vez mais, em educação.

As crianças e os jovens de hoje serão os governantes do mundo amanhã. Se desejamos uma sociedade mais justa, fraterna e que busque a paz e não conflitos, como vemos hoje, devemos investir na educação deles. Eles serão adultos-reflexo do que receberem hoje de nós, pais e educadores. Educar é ensinar a viver.

Além de ensinar as disciplinas básicas, como matemática, português ou geografia, os professores, preocupados com o futuro, também estão e devem  trabalhar no sentido de eliminar todo e qualquer tipo de preconceito. Ele deve transmitir aos seus alunos o amor e o respeito a Deus, ensinando-lhes a beleza e a verdade de todas as religiões. Os jovens devem aprender a ver o mundo como a sua casa e cuidar dele para as próximas gerações.

Quando estas preocupações passarem a fazer parte do currículo dos mestres e a serem o principal interesse dos pais, teremos a formação de homens que se respeitam mutuamente e neles estará o futuro de paz que todos almejam.

Autor: Ademir Maçaneiro
Professor e Advogado


Sindicato dos Professores e Auxiliares nas Escolas Particulares de Blumenau e Região
Rua Frei Estanislau Schaete, nº 59, 1º pavimento, sala 07 - Edifício Royal Garden
Bairro Água Verde - Blumenau / SC - CEP 89037-001 - (47) 3322-0053